notícias

- 25/05/2020

CRB e Ministério Público unidos na luta para localizar pessoas desaparecidas

CRB e Ministério Público unidos na luta para localizar pessoas desaparecidas

Neste Dia Internacional das Crianças Desaparecidas, 25 de maio, O Clube de Regatas Brasil entra firme em uma luta para incentivar famílias a denunciarem o sumiço de parentes. A partir desta data, através de uma parceria com o Ministério Público Estadual de Alagoas (MP/AL), o CRB utilizará suas mídias sociais para colocar fotos de pessoas desaparecidas e passa a reforçar o time que luta contra um dado preocupante: quase mil famílias, somente nos dois últimos anos, apontam os dados oficiais, têm algum parente que desapareceu e nunca mais foi encontrado.

Desse número de vítimas não localizadas em Alagoas, 33,63% são de crianças e adolescentes. Dados que não podem ser mais ignorados e nos trouxeram com tudo para esta luta. O Núcleo de Direitos Humanos do MP/AL alerta para a importância de registrar esse tipo de ocorrência no Programa de Identificação e Localização de Pessoas Desaparecidas de Alagoas (Plid/AL).

Entre os anos de 2018 até maio de 2020, o Plid/AL contabilizou 996 desaparecimentos. No Brasil inteiro, também no último biênio, os números somam 82 mil pessoas que sumiram e, desse total, 40% são crianças e adolescentes. Aqui no estado, os menores de idade representam 33,63%.

Segundo o Presidente Marcos Barbosa, é um orgulho poder fazer uma parceria com o MP/AL em uma causa tão nobre. “É triste sabe que famílias alagoanas sofrem uma dor tão grande como essa. O CRB não poderia apenas chamar a atenção para este fato, temos que fazer a nossa parte e contribuir através da força da Nação Regatiana, que sem dúvida alguma vai ajudar na localização das pessoas desaparecidas no Estado”, disse ele.

Para a coordenadora do Núcleo de Direitos Humanos do MP/AL, promotora de justiça, Marluce Falcão, é motivo de muita alegria poder contar com o CRB como parceiro. “Essa é uma cooperação muito rica para nós em razão do alcance que o clube, sua torcida e os seus jogadores possuem”, comentou a promotora de justiça.

E para marcar o início dessa parceria, que muito nos honra, os atletas do Galo gravaram vídeos falando o número de pessoas desaparecidas no Brasil e ressaltaram a necessidade das famílias registrarem os casos junto ao Ministério Público.

Qualquer cidadão que quiser denunciar o sumiço de um parente deve procurar o Ministério Público em um dos canais de atendimento que podem ser encontrados no https://www.mpal.mp.br/sinalid/.

Essa luta é nossa Regatiano. Fiquem sempre atentos, porque agora nossas mídias sociais fazem parte de uma rede que pode ajudar a trazer um ente querido de volta para sua família. Nossa primeira grande conquista de 2020!

Compartilhe com seus amigos:

Galeria de fotos

SERVIÇOS CRB